10 de mar de 2011

I love Vampires!

O post de hoje é todo dedicado a esta figura misteriosa que desperta fascínio e medo através das gerações.
Febre na literatura de ficção moderna, seja na figura do incrível Drácula de Bram Stoker ou na sensual e romântica de Edward Cullen de Crepúsculo...
Segue a minha lista, em ordem de PAIXONITE, pela obra, personagem ou autor de livros sobre o Vampirismo:


1.


Entrevista com o VampiroAnne Rice

Escrito em 1976, trata da história de "vida"  de Louis, jovem que no século XVIII perde sua esposa no parto e em uma noite cruza com o vampiro  Lestat, e é transformado por ele. Enquanto Lestat acredita que deu a Louis a maior dádiva que pode existir, Louis acredita que na verdade foi condenado ao inferno, e só enxerga a morte como solução. Ele passa sua " vida" imortal à procura de um significado para a sua condição, ou pelo menos algum outro de sua espécie.

Sempre relutante em tirar a vida de seres humanos, Louis no início se alimenta apenas de animais. Um dia, porém, não resiste e morde uma garotinha, Claudia. Lestat, ao descobrir, fica extremamente empolgado, transforma-a em vampira e a "dá de presente" a Louis. Os dois tornam-se muito amigos, sendo um a razão de ser do outro.
Claudia, entretanto, não é feliz, pois, assim como uma criança humana, ela amadurece e torna-se adulta, mas fica eternamente presa no corpo de uma menina. Lestat, enciumado da relação dela com Louis e também farto de suas "crises existenciais", acaba por afastar-se de ambos e tratá-los cada vez pior. Claudia considera que ele é um peso a ser eliminado, e então assassina-o. Para comemorar, ela marca com Louis uma viagem para a Europa. Mas logo antes de embarcarem, para surpresa e pânico de ambos, eles descobrem que Lestat na verdade não morreu.
Em Paris, Louis conhece Armand, o líder de um grupo de vampiros, e espera que ele, já que é provavelmente o mais velho vampiro existente, dê-lhe algumas respostas, o que descobre não ser possível. Logo após, o grupo que Armand lidera assassina Claudia, levando Louis a uma fria vingança que não poupa ninguém, a não ser o próprio Armand.
Sinto-me atraída por este livro em especial, pois para mim Louis é o primeiro personagem  Vampiro com consciência humana que conheci. Anne Rice fez vanguarda criando Louis e a  possibilidade de "vegetarianismo", em um contexto em que a criatura naturalmente existe para ser um predador. Através de Entrevista com o Vampiro, seja o livro ou o filme, passamos a enxergar o mito do vampirismo não apenas como monstruosidade, terror ou poder, que era a personificação do Drácula de Bram Stoker, mas sim também, como expressão de sensualidade. Os Vampiros de Anne Rice são as personificações de nossos desejos mais ocultos, de nossas vontades mais bizarras...
Anne Rice em minha opinião é a melhor autora de livros de vampirismo. Escolhi Entrevista com o Vampiro, como primeiro em minha lista, pois é o primeiro volume da coleção escrita por Anne,Crônicas Vampirescas, do qual fazem parte também : 


O Vampiro Lestat (1985)
A Rainha dos Condenados (1988)
O ladrão de corpos (1992)
Memnoch, o Diabo (1995)
O Vampiro Armand (Outubro de 1998)
Merrick (2000)
Sangue e Ouro (2001)
Blackwood Farm (2002)
Cântico de Sangue (2003)


Entrevista com o Vampiro, possui uma adaptação sob o mesmo título para o cinema, de 1994, estrelada por Brad Pitt, Tom Cruise, Antonio Banderas e a atriz Kirsten Dunst ainda criança como a pequena Claudia. Amor esse filme!!!!
Vampiro Lestat e A rainha dos Condenados, foram unidos em um só para uma adaptação  para o cinema, mas particularmente não gosto. A direção não foi feliz, neste filme.



2.



Saga Crepúsculo: Stephenie Meyer

Custou-me, mas me rendi a saga de vampiros mais famosa da atualidade.
Não quero e não vou falar aqui sobre os filmes e os atores, pois não fazem meu gênero e as adaptações não me agradam nem um pouco.

Lançado originalmente em 2005, o primeiro volume da saga,Crepúsculo, relata a história de uma adolescente, Isabella Marie Swan, que decide mudar-se para casa de seu pai em Forks - Washington, EUA - pois acredita ser um peso para sua mãe que casou-se recentemente.

Lá a garota acredita que não vai se adaptar, até que conhece o misterioso Edward Cullen, seu colega de aulas biologia, que desperta na jovem grande curiosidade acerca de suas atitudes e  aparência.

A saga tem seu ápice, quando Bella é quase atropelada por uma van no estacionamento da escola, sendo salva por Edward de maneira inexplicável. Bella passa então a investigar Edward, descobrido através de um amigo Jacob Black, o segredo da família Cullen:  todos são vampiros. E mesmo sabendo do perigo, se apaixona por Edward e vive com ele um romance puro e arrebatador.

A saga fala de valores como castidade, casamento, entrega e em alguns momentos nos defronta com atitudes egoístas e as vezes submissas da personagem Bella Swan.

No segundo volume da Saga, Lua Nova, após um incidente no dia do aniversário de Bella, Edward decide partir com sua família da cidade de Forks, pois acredita que todos, inclusive ele mesmo, são uma ameça a vida de Bella.

Edward faz Isabella acreditar que não mais a ama, ficando esta em depressão por vários meses, até que se reaproxima de Jake (Jacob Black). Bella parece ter um ímã para confusão, pois descobre que Jake é um lobisomem,o inimigo natural dos Vampiros.

Sua "amizade" com Jake põe em prova os sentimentos de Bella por Edward, que só reaparece na trama, quando ao saber de uma informação falsa, acha que Bella se suicidou e vai para a Italia, também para dar fim a sua existência, pelas mãos da realeza Vampirica, Os Volturi.

Bella consegue impedir a tempo que Edward não seja morto e os dois reatam o relacionamento.

Em Eclipse, o terceiro livro da série, um exército de vampiros "recém-criados" está à solta nas ruas de Seatlle , uma cidade perto de Forks , e Edward está mais alerta que nunca.

Bella nesse meio tempo preocupa-se mais em escolher entre a sua amizade com Jacob Black (permanecendo humana, mas entregue ao castigo dos Volturi por ser a única humana a saber sobre a existência de vampiros) ou o amor que sente por Edward (sendo transformada em vampira e não sendo castigada pelos Volturi) e originar uma batalha entre lobisomens e vampiros, pondo a sua nova família e os seus antigos amigos em risco. 

Enquanto isso, Edward pede Bella em casamento, que, muito contrariada, aceita o seu pedido.Bella sente-se confusa com os novos sentimentos que surgem dentro de si, o amor de Jacob Black que vem a ser uma dúvida e o medo da pós-transformação.

Os lobisomens aliam-se aos Cullen, para proteger Bella e salva -la de do exercito de vampiros que foi criado por Victória, que deseja vingar-se dela, pois a culpa pela morte de seu companheiro James. Entretanto, os Volturi aparecem. Mas eles confiam em que Carlisle vai transformar Bella em vampira.

Nesta altura, Bella tem de fazer a escolha fatal. Ela esta apaixonada por Edward, mas no ano passado, quando ele a deixou, Jacob foi quem cicatrizou a ferida. Ela percebe que está apaixonada por ele, mas não o suficiente para desistir de Edward. Depois de muito sofrimento, muitas lágrimas e muita tristeza por Jacob, Bella escolhe Edward.

No quarto livro, Amanhecer ( meu favorito), Bella casa-se com  Edward os dois vão para sua lua- de -mel em uma ilha privada na costa do Rio de Janeiro . Como Bella cumpre sua parte do acordo com Edward, casando-se com ele, ele acaba por cumprir a dele. Logo, os dois têm sua primeira experiência sexual. No começo, Edward fica irritado consigo mesmo, já que Bella fica coberta de hematomas . Mas depois ele concorda em tentar de novo. Assim, ocorre o inesperado: Bella fica grávida dele, o que todos achavam impossível. Edward e Carlislie decidem abortar  a criança antes que esta mate Bella. Discordando da decisão deles, Bella conta com a ajuda de Rosalie , que apóia a decisão dela ter esse filho.

Ao descobrir que Bella está grávida, Sam, líder do bando de lobos, decide destruir a "criatura", julgando que seria um perigo para todos. Jacob não concorda com isso, sabendo que se acontecesse, Bella morreria também. Apesar de seus argumentos, Sam se mostra irredutível e tenta obrigar Jacob e Seth - único membro do bando além deste a não apoiar o ataque. Eles avisam aos Cullen sobre os planos de Sam e a luta não acontece.
Bella ficava cada vez mais fraca, enquanto a gravidez avançava em uma velocidade anormal. Segundo Carlisle, sua chance de sobrevivência era de cinquenta por cento, se seu coração parasse de bater, nem mesmo o veneno dos vampiros poderia salvar sua vida.
Ao saber disso, Jacob tem um pensamento que faz com que Edward perceba que talvez o bebê precisse de sangue. Bella concorda em tomar sangue humano, que Carlisle havia trazido do Hospital, e sente-se melhor. Logo depois, porém, ao dar à luz a criança, Bella quase morre, mas Edward consegue transformá-la em vampira. Ao ver Reneesme, nome dado ao bebê, Jacob acaba tendo um imprinting (tipo de amor à primeira vista) com ela. Bella não aceita esse fato no início, mas depois compreende e eles convivem em harmonia.
Após algum tempo, entretanto, a criança (que crescia rapidamente) é vista por Irina, que também vê Jake  se transformar em lobisomem quando ele acompanhou Renesmee e Bella em uma caçada. Irina fica com raiva e conta aos Volturi sobre Renesmee, achando que a criança é imortal  e que, segundo a lei dos vampiros, deve ser destruída. Alice, irmã de Edward, tem uma visão desse acontecimento e eles se preparam, não para lutar contra os Volturi, mas para reunir o maior número possível de vampiros amigos, para servirem de testemunhas  e dar tempo para que os Volturi ouvissem, antes de atacar, que a criança era filha biológica  de Edward e Bella, que crescia como uma humana e que seu coração  batia, evitando a batalha.
No final, quando os Volturi aparecem, acabam sabendo da verdade através de seu líder, que usa o seu dom para descobri-la através de Edward. Mas, mesmo assim, eles dizem não ter certeza se devem deixar Renesmee viver, alegando que ela pode ser perigosa. Os Cullen e parte de suas testemunhas estavam dispostos a lutar pela criança, mas Alice, deixando-os pensar que tinham abandonado a família, retorna com a solução: após pesquisa feita na America do Sul , encontra um homem que, assim como Renesmee, é apenas meio-imortal, provando que a menina não ofereceria perigo. Bella também ajuda, tendo o controle de seu dom , que é criar um "escudo" à sua volta, e adiando o momento do confronto  até a chegada de Alice. Depois que tudo é resolvido e os Volturi vão embora, Bella também aprende a "expulsar" o escudo que tinha em sua mente, permitindo que Edward possa ler seus pensamentos.





3.




Como se livrar de um vampiro apaixonado, livro de estréia de  Beth Fantaskey :


Uma das  minhas mais recentes aquisições. 
Nunca julgue um livro pelo título.
Já havia escutado muitos comentários sobre este e nutria um pouco de preconceito pois me parecia ser mais um desses livros adolescentes, mas me enganei. A trama é gostosa de ler, dinâmica e possui uma linguagem simples e jovem. Os personagens são graciosos e cativantes.
O livro é escrito na primeira pessoa da personagem Jessica, mas o que  mais gosto é que o leitor pode acompanhar a estória através do ponto de vista do personagem de Lucius Vladescu, através das cartas e que o personagem envia para um tio na Romênia.

Jessica Packwood, ou melhor, Antanasia Dragomir,  levava uma vida tranquila no interior da Pensilvânia e esperava ansiosamente pelo início do último ano escolar. Seus planos eram se formar e conseguir uma bolsa de estudos para a faculdade, ganhar a olimpíada de matemática e namorar seu colega Jake Zinn.


Mas aí um novo aluno esquisitão (e muito gato) chamado Lucius Vladescu aparece do nada, dizendo que Jessica pertence à realeza vampírica e lhe foi prometida em casamento para selar a união entre os clãs mais poderosos dos vampiros. E de repente Jessica percebe que sua vida está prestes a virar de pernas para o ar.
Para completar, Lucius fica hospedado na casa dela e faz de tudo para conquistá-la e atrapalhar seu flerte com Jake. Com a desculpa de que está fazendo intercâmbio, ele gruda em Jessica na escola e humilha todos os outros alunos. O romeno esnobe e perfeitinho tira a garota do sério, mas logo começa a se encantar pelo estilo de vida local e arever seus conceitos.
Jessica, por sua vez, vivencia uma importante autodescoberta e sofre uma transformação física e psicológica, fazendo as pazes com o seu passado e chegando a uma encruzilhada: ela deve ignorar o pacto de casamento e tocar sua vida simples ao lado da família  e do namoradinho do colégio ou se abrir para uma experiência surreal e se unir a Lucius por toda a eternidade?

Amanhã, mais um post  com a continuação da minha lista sobre os Vamps, no I love Vampires II.



Um comentário:

  1. Ótimooo post!! dos livros citados só trocaria esse da Anne Rice pela 'sequencia' dele 'O Vampiro Lestat' *-* a trama com lestat narrando é bem mais engraçada e gostosa de ler...acho o Louis 'emo' D+ hahaha!!! AMOOOOO "Como se livrar de um vampiro apaixonado" ñ se deixem enganar messssmooo pelo título 'bobinho', a história eh mto boa! personagens ótimos!
    Bjss flor, to adorando o blog!

    ResponderExcluir