14 de ago de 2012

Resenha : Azul é Para Pesadelos

Olá Pessoal!!
Não aguentei ficar longe do blog e principalmente dos meus queridos livros \O/
De qualquer forma, peço desculpas pela ausência - de novo =/

O post de hoje é dedicado à um livro que encontrei na sorte em uma promoção da Livraria. Quando comecei a leitura não tinha nenhuma pretensão, pois nunca tinha lido ou visto algo sobre a obra. E essa  é uma dica  minha muito importante para quem gosta de ler : os livros mais baratos e que não estão nas listas dos mais vendidos, sempre irão de te surpreender! Não tenha medo de comprar títulos dos quais você nunca ouviu falar! Eles sempre serão os  raros e mais queridos da sua estante...

Azul é para pesadelos, é a primeira obra da autora Laurie Faria Stolarz, lançado aqui no Brasil pela Editora Novo Século e que narra a vida da garota Stacey Ann Brown em seu primeiro ano no colégio interno.


Stacey é uma wicca que prevê o futuro por meio dos sonhos e estuda numa escola mista. Sua colega de quarto, Drea, é a sua melhor amiga, e claro: namora  o cara mais popular do colégio, por quem Stacey tem uma queda. 

Ela tem uma vida normal, até que começa a ter pesadelos NOVAMENTE  em que Drea morre e por conta deles ela acaba fazendo xixi nas calças.  Mas não é qualquer tipo de pesadelo - esses sonhos são reais demais para se ignorar, como ela fez há três anos. Da última vez que ela os ignorou, infelizmente uma garotinha morreu.

Para  buscar ajuda e proteção, Stacey recorre as velas azuis  e a antigas magias que sua avó lhe passou através de um livro.

Só que sua colega começa a receber ligações e bilhetes anônimos, e Stacey se apavora com a possibilidade de que seu sonho se torne realidade.  Mas tudo se complica quando o perseguidor descobre o pequeno problema de incontinência urinaria da nossa protagonista...


Como todos são suspeitos em potencial, Stacey precisa contar com a única arma secreta que ela pode confiar...
Será a magia de Stacey  forte o suficiente para revelar o verdadeiro assassino, ou será o assassino que fará seus mais obscuros pesadelos se tornarem realidade?






"Vovó costumava acender uma vela igual àquela, todas as noites antes de ir para a cama, mas só depois que eu fiz doze anos resolvi perguntar o porquê da vela ser azul. Lembro -me  dela olhando para mim, seus olhos pesados, devido ao tempo, aos anos.Ela apagou a vela com um sopro e franziu a testa. Mesmo assim, ela respondeu. Uma afirmação que até hoje me faz pensar:
- Porque o azul é para os pesadelos- ela diz. - Para fazê-los irem embora ou para trazê-los de volta, depende de como você a usa.
- Você tem pesadelos?"



Beijos e Boa leitura
;)


Um comentário:

  1. Parabéns pela resenha Ana! Já li Azul é para Pesadelos e Branco é para Magia e curti bastante. Beijos!

    ResponderExcluir